2007 - 2017 | 10 anos do referendo

"O aborto é sempre um mal: para a criança porque é impedida de nascer; para a mulher que o pratica porque física e psiquicamente fica com marcas para o resto da vida; para o pai porque de uma forma ou outra (umas vezes é o impositor do acto, outras porque contra a sua vontade) acaba por carregar aquela culpa e dor; e para a Sociedade que assiste e tem dentro de si estes sofrimentos que tantas vezes geram agonias, danos, depressões e até violências diversas."

Isilda Pegado
Presidente da Federação Portuguesa pela Vida

Foi apresentado, no passado dia 11 de Fevereiro de 2017,  pelo Francisco Vilhena da Cunha (director do gabinete de estudos da federação) , o último estudo sobre o balanço destes 10 anos com os resultados oficiais do aborto a pedido da mãe introduzido na sequência do resultado do referendo.

Consultar o estudo