raz Family values 

 

 

 

PAIS INDIGNADOS COM A APROVAÇÃO DA NOVA LEI DA AUTODETERMINAÇÃO DE GÉNERO A PARTIR DOS 16 ANOS juntaram-se em vigília de protesto, no dia 18 de Abril, em frente ao Palácio de Belém para demonstrar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a não resignação das famílias portuguesas perante uma lei que não promove o verdadeiro respeito pela dignidade da pessoa humana, e pode comprometer fortemente a felicidade e o futuro de muitos jovens.

 

 

A Assembleia da República aprovou a mudança de sexo no registo civil a partir dos 16 anos. A aprovação com 109 votos a favor e 106 contra. Por diferença de três votos o PS, Bloco de Esquerda e PAN votaram a favor e a lei passou com a abstenção do PCP. Não queremos esta lei! BASTA!

 

Quando uma pessoa, jovem ou não, se confronta com questões de identidade, deverá procurar apoio médico que realmente a ajude, e não satisfazer os desejos contrários à sua própria natureza humana, dignidade e felicidade. Muitas vezes são distúrbios, mais ou menos passageiros, que poderão ter origem em diferentes fatores e que só os profissionais da medicina podem avaliar devidamente e atuar em conformidade de modo a tratar o problema em causa.

Na idade adolescente, ainda em nítida fase de desenvolvimento quer físico quer emocional, acresce um enorme risco de abundantes problemas psíquicos, psicológicos, sociais e emocionais em virtude de uma tomada de decisão deste “calibre”, altamente impactante e com efeitos profundos em TODA a pessoa, e em TODAS as suas dimensões humanas.

Que consequências virão destas leis? Quantas vidas estragadas, rotas, sem sentido? Quantos projetos de felicidade ficarão pelo caminho numa busca incessante de repostas que ninguém conseguirá dar? Quantas vidas terminadas precocemente? Que sociedade estaremos a construir?

É preciso pensar profundamente em todas estas questões, pois temos nós todos, e os senhores deputados por excelência, uma gigante responsabilidade perante os nossos filhos e netos.

Como cidadãos e contribuintes, pagamos os nossos impostos a tempo e horas, e não desejamos e não queremos ver o nosso dinheiro ser aplicado em tais “atrocidades” que estragarão tantas vidas!

Associação Plataforma Pensar&Debater

sigam o evento na pagina do Facebook

 

 

https://www.facebook.com/Plataforma-Pensar-Debater-788733087893073/?ref=bookmarks