Rádio Renascença - 15 Jan 04
Deputado social-democrata contra "cortina de silêncio" 

Numa iniciativa pessoal, o deputado Pinheiro Torres escreveu a todos os parlamentares, incentivando-os a um debate mais profundo sobre as alternativas à interrupção voluntária da gravidez.

Com a carta enviada a todos os 229 deputados dos vários grupos parlamentares, o social-democrata retoma a batalha contra a descriminalização do aborto com que se tornou conhecido aquando do referendo de 1998 - desta vez, uma luta dentro da própria Assembleia da República.

"É uma iniciativa estritamente pessoal, sem qualquer espécie de cálculo político", refere Pinheiro Torres, referindo que pretende, "sobretudo, dizer que a questão central do aborto não é a questão da lei penal, mas oferecer alternativas para que as mulheres não abortem".

As alternativas existem - centros de aconselhamento, abrigos, linhas telefónicas - mas são, segundo o deputado, habitualmente ignoradas pela comunicação social.

Por isso, contra o que chama de "cortina de silêncio", António Maria Pinheiro Torres oferece-se para participar em todas as iniciativas públicas sobre o tema.