Público - 30 Dez 03
 
Indulto
Jovens socialistas católicos criticam Sampaio

Um grupo de jovens socialistas católicos consideraram "lamentável" o indulto concedido na semana passada pelo Presidente da República à enfermeira da Maia condenada pela prática de abortos. As cerca de três dezenas de jovens presentes num encontro em Beja concluíram que não podiam "deixar passar em claro" a decisão de Jorge Sampaio, que, dizem, "devia ser o árbitro da democracia", mas "não tem sido competente a gerir esta matéria" do aborto, conforme referiu Cláudio Anaia à agência Lusa. Os jovens socialistas católicos insistem que, "concordando-se ou não, o aborto é crime em Portugal", pelo que "custa ver o Presidente da República a descriminalizar alguém que vive disso".