O “Dia del Niño No Nacido” é assinalado, a 25 de março, um pouco por toda a América Latina e também em Espanha e noutros países. Em Buenos Aires foi convocada e realizada mais uma “Ola Celeste”, domingo, 24 de março, manifestação multitudinária com uma clara mensagem aos políticos e à sociedade argentina: o movimento pró-vida veio para ficar e não fechou portas com o chumbo, o ano passado, da proposta de lei abortista. Novas investidas pró-aborto terão de enfrentar, este ano, e nos próximos, as forças pró-vida, na sociedade civil, na rua, e em todas as instâncias de decisão.